DIÁRIO DE VIAGEM

Road trip do Rinoceronte: Conheça as rotas e as histórias de alguns destinos europeus

A equipe do EFETUR preparou uma road trip especial pela Europa seguindo os passos de um famoso rinoceronte que o rei Manuel I de Portugal queria dar de presente ao papa Leão X.

Em 1515, o artista alemão Albrecht Dürer imortalizou a imagem de um rinoceronte indiano que era propriedade do então rei de Portugal, Manuel I. O animal, primeiro da espécie visto na Europa desde os tempos do império romano, foi enviado como presente ao papa Leão X. No entanto, o barco que levava o rinoceronte de Lisboa a Roma naufragou próximo ao litoral italiano e o inusitado presente morreu antes de chegar a seu destino.

A trágica e interessante história do rinoceronte inspirou a equipe da EFETUR a criar um roteiro turístico para quem gosta de viajar de carro e se interessa em conhecer as culturas e as histórias dos bastidores da Europa. O ideal é fazer este roteiro no verão, que começa em meados de junho e termina no final de setembro.

O Ponto de Partida

Começamos nossa road trip alugando um carro em Lisboa, a cidade onde o rinoceronte chegou em 1515 como presente do governador da Índia portuguesa a Manuel I. O então rei de Portugal, que já tinha presenteado o papa com um elefante branco, decidiu enviar também o rinoceronte a Leão X. Seu objetivo era bajular o pontífice para manter a posse exclusiva das novas terras encontradas no Extremo Oriente após Vasco da Gama desvendar o caminho marítimo para a Índia.

Lisboa EFE/Claudia Munaiz

Há diversas companhias aéreas que voam do Brasil a Portugal e se a compra da passagem for feita com antecedência o voo pode sair barato (cerca de R$ 2200,00). O ideal é passar pelo menos duas noites na capital portuguesa antes de pegar a estrada.

Para uma visita rápida por Lisboa, sugerimos um passeio por Alfama e pela Praça do Comércio, com jantar no Bairro Alto, depois de subir o elevador Santa Justa. Uma dica especial para os amantes da música é dar um pulo no Museu do Fado, que conta a história do patrimônio musical português e fica no coração da Alfama, bairro entoado nas letras dos fadistas.

O Café A Brasileira, um dos mais antigos e famosos da cidade, é parada obrigatória. O estabelecimento fica no Chiado, um dos bairros boêmios da capital lusa, e tem uma estátua de bronze de Fernando Pessoa em sua entrada. Se puder, visite também Belém e prove seu famoso pastel de nata. Como diria o poeta português, Fernando Pessoa, “tudo vale a pena. Se a alma não é pequena”

Pé na estrada

O rinoceronte começou sua viagem pelo rio Tejo e fez uma parada na França. Para chegar ao primeiro destino, decidimos cruzar a Espanha e parar em duas cidades: Madri e Barcelona. A capital espanhola está a 625 quilômetros de Lisboa e Barcelona está exatamente a mesma distância de Madri. Também aconselhamos passar pelo menos duas noites nessas cidades. A viagem pelas estradas europeias é tranquila e normalmente muito segura, o único inconveniente são as constantes paradas para pagar pedágio. Por isso, é sempre bom levar moedas e dinheiro trocado. Muitos postos também aceitam cartão.

Em Madri é essencial visitar a Plaza Mayor, o Mercado de San Miguel, a Puerta del Sol e a Gran Via. Pela noite sugerimos o moderno bairro de Malasaña ou o bairro boêmio de La Latina. Se puder, vale a pena visitar o Museu do Prado e ver magnificas obras de pintores espanhóis como Goya ou Velázquez. Se você é mais de Picasso e Miró, o seu museu é o Reina Sofía.

Em Barcelona sugerimos passear pelo porto, as Ramblas e tomar um banho de mar na Barceloneta. Pela noite o bairro Gótico e o bairro de Gràcia são excelentes opções para jantar ou ir “de tapas”. Para quem ama Gaudí, a Sagrada Família e o Parque Güell são paradas obrigatórias. Para quem não ama Gaudí também.

Vista do Parque Guell.. EFE/Alberto Estévez

Tanto em Lisboa como nas cidades espanholas, há diversas opções de hospedagem, desde hotéis de diferentes categorias até albergues e pensões. Nossa equipe optou por reservar apartamentos por aplicativos como o Airbnb ao longo de todo o trajeto.

Gostou? A reportagem continua aqui. Não deixe de ler a segunda parte do diário de viagem EFETur por Carla Guimarães

Marcados com: , , ,
Publicado em Destinos     Dicas

Turismo TV <p>Bolso con estampados típicos españoles. Foto: Grupo LK</p>
Ver vídeo

Quais lembrancinhas os turistas levam da Espanha? (em espanhol) duração: 2.05

Ver mais vídeos

Tags