FONTE DE BEBIDA

Fonte de vodca georgiana se transforma em grande atrativo de Batumi

Durante a temporada turística e em feriados, uma fonte construída há quatro anos perto do porto da cidade jorra durante dez minutos por dia a famoso aguardente.

Fonte: Fu-strasse.com

Uma fonte de “chachá”, a aguardente georgiana elaborada a partir da uva, se transformou em um dos maiores atrativos da cidade de Batumi, situada no litoral do Mar Negro, cerca de 380 quilômetros ao oeste de Tbilisi.

Durante a temporada turística e em feriados, uma fonte construída há quatro anos perto do porto da cidade jorra durante dez minutos por dia a famosa aguardente.

Às 19h local, a chachá substitui a água nessa fonte e atrai centenas de turistas que podem provar de graça a excelente vodca georgiano.

“A chachá é o melhor de todos os tipos de vodca”, dizia o ditador soviético Iosif Stalin, oriundo da cidade georgiana de Gori.

O turismo ao país caucásio bateu todos os recorde históricos nos primeiros cinco anos deste ano, segundo dados das autoridades georgianas.

Mais de 2,1 milhões de turistas visitaram o país entre janeiro e maio, 15,3% a mais que no mesmo período do ano passado.

As vizinhas Armênia, Azerbaijão, Turquia e Rússia são os países que mais visitantes fornecem à Geórgia.

O pequeno país do Cáucaso do Sul é de fato um dos destinos preferidos pelos russos, apesar da guerra entre Moscou e Tbilisi em agosto de 2008 pelo controle da separatistas Ossétia do Sul.

Os moradores da Letônia, Itália, Polônia e França foram os europeus que mais viajaram à Geórgia durante o período assinalado.

Turismo TV <p>Bolso con estampados típicos españoles. Foto: Grupo LK</p>
Ver vídeo

Quais lembrancinhas os turistas levam da Espanha? (em espanhol) duração: 2.05

Ver mais vídeos

As mais no Efetur

Tags