Belo Horizonte

Fartura BH leva atrações gastronômicas de todo o Brasil à capital mineira

As próximas etapas do Fartura estão marcadas para Fortaleza e Brasília, nos dias 10, 11, 24 e 25 de novembro

Vista geral do bairro da cidade de Belo Horizonte (MG). EFE/Felipe Trueba

Terminou neste domingo a 5ª edição do Festival Fartura – Comidas do Brasil Belo Horizonte, evento gastronômico que movimentou a capital de Minas Gerais neste final de semana.

O público pôde experimentar mais de 70 atrações da culinária de representantes de todas as regiões do país, além de participar de aulas, cozinhas ao vivo e assistir mais de 20 atrações artísticas, em um espaço instalado para o evento em frente ao prédio da Filarmônica MG.

Destaque para o espaço Chefs e Restaurantes, onde os presentes puderam saborear pratos como peito bovino braseado, molho de tamarindo e cuscuz de milho; capeletti in brodo amazônico; bochecha de boi, aligot com queijo canastra, picles de abóbora e farofa de pão com alho; entre outros pratos. Para os vegetarianos, havia a opção de strogonoff de cogumelos com palha de raízes.

Doces, queijos, azeites, cafés especiais, entre outras delícias foram exibidos e vendidos nos estandes do espaço Produtos e Produtores. E é claro, cachaças, ícone da economia mineira, sempre presente em eventos desse porte.

Doces e Lanches Kids; Petiscos, lanches e doces; e Food Truck and Bike foram outros espaços que atraíram a atenção do público presente.

Juliana Braga, gerente comercial do Fartura, disse que cerca de dez mil pessoas – que consumiram em torno de 25 mil pratos – passaram pelo evento neste final de semana, um público que está “cada vez mais interessado na gastronomia nacional”.

“Esse ambiente movimenta toda a cadeia produtiva, de uma forma que estabelece esses encontros entre produtos, produtores e público, em um espaço de conexão entre todos”, disse Juliana.

O espaço Cozinha ao Vivo atraiu a atenção com pratos como, por exemplo, o arroz de jacaré, em um estande cercado por curiosos pela carne exótica servida após o preparo demonstrado pela chef Danielle Thomaz, de Campo Grande.

A fisioterapeuta Mariana Quaresma, experimentou o prato e aprovou. “Adorei, nunca tinha comido carne de jacaré, achei parecido com o frango. Repetiria a experiência”.

Assim como Mariana, os demais visitantes puderam provar algo novo e fora de sua experiência gastronômica habitual.

No Cozinha ao Vivo, ainda foram apresentados no final de semana: arrombassi istepô (arroz de frutos do mar), paella cabocla, guisado de legumes com peixe, além de Tostones de Guacamole com camarão.

“A curadoria corre atrás para revelar esses personagens, trazê-los para perto de um público ávido por boa comida, música e ambiente descontraído”, declarou Juliana.

A curadora do projeto, Luiza Fecarotta, explicou a seleção dos participantes do Fartura BH: “Tentamos explorar a praça local, no caso aqui Minas Gerais, mas também símbolos de outras cozinhas de outras regiões”.

“A ideia é gerar uma rotatividade desses personagens em cada praça para justamente proporcionar uma experiência rica e diferente em cada edição”, continuou Luiza.

A próxima etapa do Fartura está marcada para Fortaleza no final de semana dos dias 10 e 11 de novembro, onde pela quarta vez, o Festival chega à capital do Ceará. A versão al mare do evento acontecerá no Iate Clube da cidade.

Nos dias 24 e 25, será a vez de Brasília receber sua primeira edição do Fartura, completando assim o ciclo de presença do evento em todas as regiões do país

Marcados com: , ,
Publicado em Gastronomia

Turismo TV <p>Bolso con estampados típicos españoles. Foto: Grupo LK</p>
Ver vídeo

Quais lembrancinhas os turistas levam da Espanha? (em espanhol) duração: 2.05

Ver mais vídeos

As mais no Efetur

Tags