Hidrelétrica de Itaipu, atração ao lado das Cataratas

A maior central hidrelétrica do mundo, Itaipu, é também uma atração turística, que já recebeu 19 milhões de visitantes.

A hidrelétrica binacional de Itaipú. Foto: EFE/Sebastião Moreira

Localizada a 40 quilômetros das Cataratas do Iguaçú, eleita uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo pela Unesco, a central hidrelétrica binacional de Itaipu é também uma atração turística, e recebe 19 milhões de visitantes desde que foi adaptada ao turismo em 1977.

A cifra dos visitantes nestes últimos 40 anos foi divulgada recentemente, quando a unidade, compartilhada entre Brasil e Paraguai no Rio Paraná, recuperou seu título como maior geradora do mundo a alcançar os 100 milhões de megawatts (MWh) por hora em um ano, batendo o recorde da chinesa Três Gargantas, com pouco mais de 96 milhões de MWh.

A maior geradora de energia do mundo

A central de Itaipu  começou a operar plenamente en 1982, quase 10 anos depois de Paraguai e Brasil terem firmado o tratado de criação da uma área binacional para aproveitarem juntos o potencial hidrelétrico do rio Paraná, que separa os dois países.

imagem de arquivo da central de Itaipu. Foto: EFE/Central de Itaipú

imagem de arquivo da central de Itaipu. Foto: EFE/Central de Itaipú

Em um pequeno hall de acesso, um mural comemora os visitantes recebidos de 203 países diferentes: desde os 10 milhões de brasileiros, os quase quatro milhões de argentinos até o único visitante do Burundi.

A maioria dos visitantes prefere a visita guiada pela central e o passeio de catamarã, de onde se pode ser o pôr do sol do lago. Um ônibus leva os curiosos desde a parte brasileira até a paraguaia, com uma parada na parte superior da barragem e depois em dois mirantes.

#turismoItaipu

Dos mirantes e da parte mais alta da central dá para ver o imenso muro que bloqueia a água antes de ela cair com força por 20 tubos em suas respectivas turbinas e separar novamente os países que, mais abaixo, estão ligados pela Ponte da Amizade.

Uma antes de entardecer, um barco sai da parte brasileira para dar uma volta pelo lago Itaipu e admirar o pôr-do-sol, cercado por árvores que há 40 anos foram inundados para a construção da barragem.

De olho em receber mais e mais turistas, Itaipu oferece todo tipo de atividades dos dois lados do rio Paraná, como a visita a uma maquete da hidrelétrica e a exposição de imagens da história da central.

Um museu no Paraguai e outro no Brasil também formam o #turismoItaipu, a tag usada por e para quem visita a central nas redes sociais.

Outra opção é um passeio de bicicleta ou charrete por uma reserva biológica com vários elementos da flora e da fauna da região, que termina com tirolesas.

Turismo TV <p>Bolso con estampados típicos españoles. Foto: Grupo LK</p>
Ver vídeo

Quais lembrancinhas os turistas levam da Espanha? (em espanhol) duração: 2.05

Ver mais vídeos

Tags