EFE

Artistas pintam grafites em uma favela do Rio de Janeiro para turistas

Durante a visita ao local, pode se ver vários grafites que enfeitam os muros de várias casas da favela em uma combinação de cores que transmitem alegria e conferem vida ao local.

  • O Morro dos Prazeres oferece muita cor e arte nas paredes das casas. Foto: EFE/Marcelo Sayão
  • O Morro dos Prazeres oferece muita cor e arte nas paredes das casas. Foto: EFE/Marcelo Sayão
  • O Morro dos Prazeres oferece muita cor e arte nas paredes das casas. Foto: EFE/Marcelo Sayão
  • O Morro dos Prazeres oferece muita cor e arte nas paredes das casas. Foto: EFE/Marcelo Sayão

A favela do Morro dos Prazeres, localizada no boêmio bairro de Santa Tereza no Rio de Janeiro, desde o dia 29 de março, conta com dezenas de grafites pintados em 50 casas por 45 artistas, em um projeto para fomentar o turismo na comunidade.

O Morro é um bairro pobre de difícil acesso devido às deficiências do transporte público, já que o caminho sobe a costa, através de uma colina situada no centro da cidade maravilhosa, desde a divisa do Pão de Açucar, um dos ícones turísticos da cidade.

Uma vez na favela, um cartaz da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) dá boas vindas aos visitantes. Este posto policial, apesar de polêmico entre os moradores, faz parte do projeto de “pacificação” do governo regional do Rio de Janeiro para expulsar possíveis envolvidos com o narcotráfico.

Durante a visita ao local, pode se ver vários grafites que enfeitam os muros de várias casas da favela em uma combinação de cores que transmitem alegria e conferem vida a um lugar en que vivem cariocas com uma vida mais modesta.

Essas cores formam parte do projeto “Caminho do Grafite”, que tem como objetivo atrair visitantes e impulsioná-los através da agência alternativa “Santa Prazeres Tour” e por “Galera.com”, um produtora audiovisual que busca a inclusão dos jovens através da realização de vídeos sobre o cotidiano da favela.

O trabalho de pintura dos grafites culminou no final de março e contou com a participação de 45 artistas, que se ocuparam para modificar as fachadas de 50 casas, todas situadas no caminho de um mirador até a visão privilegiada do Pão de Açúcar e do Cristo Redentor.

O grafiteiro e morador do Morro, Márcio SWK, é o principal impulsionador do projeto. Ele recomenda que os visitantes peçam autorização para tirar fotos dos locais por onde a visita é guiada.

Ele explica que este projeto com o objetivo de atrair turistas pode gerar empregos aos jovens da comunidade, que poderão trabalhar como guias dos visitantes, além de aproveitar os atrativos e explorar o lugar, que tem vistas incríveis.

Também assegura que, num futuro próximo, existe a intenção de oferecer “cursos para que os proprios vizinhos ajudem a enfeitar os muros com grafites”, já que o objetivo é pintar mais casas.

Publicado em Destinos

Deixe uma resposta

Turismo TV <p>Bolso con estampados típicos españoles. Foto: Grupo LK</p>
Ver vídeo

Quais lembrancinhas os turistas levam da Espanha? (em espanhol) duração: 2.05

Ver mais vídeos

As mais no Efetur

Tags