VENEZA

Venezianos se rebelam contra turistas sem educação

Cada vez mais zangados, os moradores de Veneza reagiram com cartazes escritos em inglês: “Turistas vão embora” e “Vocês não são bem-vindos”

Foto: Skyscanner

Quem resolve visitar a romântica cidade de Veneza e passear por seus canais e suas praças vai se deparar com cartazes que convidam os turistas a irem embora, e até alguns em que são retratados como porcos que sujam a cidade, uma reação dos moradores da cidade italiana após os últimos episódios de má educação e da degradação.

Cada vez mais zangados, os moradores de Veneza reagiram com cartazes escritos em inglês: “Turistas vão embora” e “Vocês não são bem-vindos”, uma clara provocação contra o mau comportamento dos visitantes que a cada dia invadem a cidade dos canais.

Em um deles o turista era representado como um porco, de shorts e sem camiseta, jogando lixo pela cidade e com a legenda “STOP”.

Casos

O protesto neste verão europeu, quando a cidade fica especialmente lotada de turistas, surgiu após cenas como a de um grupo de jovens que, em 17 de agosto, tentou mergulhar no Grande Canal, e a dos dois meninos que pularam da ponte da Paglia.

O jornal “Corriere della Sera” publicou a imagem de uma Veneza em que os turistas montam barracas nos jardins da cidade, organizam piqueniques nas margens dos canais e, principalmente, produzem toneladas de lixo que se acumulam em cada cantinho. Segundo o jornal local “Corriere do Vêneto”, todos os dias são recolhidos 30 metros cúbicos de lixo.

Por causa dos últimos episódios, como o de 13 de agosto, quando um turista bêbado pulou da ponte de Rialto e caiu sobre uma gôndola que passava ali, o prefeito da cidade, Luigi Brugnaro, reiterou seu pedido de mais poderes para gerenciar a ordem pública.

“Contra ladrões, vândalos e bêbados. Uma noite na cadeia”, escreveu Brugnaro em sua conta no Twitter.

Êxodo local

Mas para o “Corriere della Sera” outro dos problemas do “estresse” a que Veneza é submetida é o de seus próprios moradores que “exploram de maneira indecente a inundação de turistas”.

Segundo o último relatório da Guarda de Finanza (a polícia financeira italiana), há 1.900 alojamentos registrados para os visitantes de Veneza.

Os venezianos escolhem sair e alugar suas casas como “Bed and Breakfast”, e com isso o despovoamento da cidade cresce , com menos mil habitantes por ano. Atualmente a cidade tem 55 mil moradores. Só em 2015 passaram por Veneza 34 milhões de visitantes.