Peru

Regiões do Peru continuam aptas a receber turistas

Apesar das recentes chuvas, boa parte dos destinos turísticos do país andino mantém seus serviços inalterados

EFE/Alejandro Balaguer

Apesar das chuvas intensas das últimas semanas, boa parte das atrações turísticas do Peru continuam aptas a acomodar visitantes e proporcionar-lhes uma ótima experiência, de acordo com os comunicados oficiais do Ministério do Turismo peruano divulgados nesta semana.

Segundo as fontes oficiais, as regiões Sul do país (que abriga a a área de Cusco), Nordeste (Amazônia) e os entornos da capital, Lima, atuam com plena capacidade turística, em termos de hospedagem, transporte e oferecimento de serviços.

Como exemplo da manutenção das atividades turísticas, o complexo arqueológico de Kuelap, conhecido como “a segunda Machu Picchu”, ganhou recentemente novo sistema de teleféricos, que permite a chegada até o local em 20 minutos.

Já as regiões de Rota Moche, Áncash e as praias de Piura e Tumbes estão afetadas pelas chuvas, e os esforços têm sido no sentido de ajudar vítimas e retomar as atividades normais.

Nesses locais, as chuvas fortes e constantes vêm provocando alagamentos de rios e desmoronamentos.

EFE/Ernesto Arias

EFE/Ernesto Arias

Assistência

O Ministério colocou à disposição da população local e dos turistas 39 pontos de assistência, além de disponibilizar telefones de emergência.

O governo do país andino lançou a campanha “Una Sola Fuerza”, solicitando a doação de alimentos e produtos básicos para ajudar às vítimas e a reconstrução de regiões do país.

A campanha vem sendo promovida por empresas e personalidades peruanas, atingindo países do mundo todo. No Brasil, por exemplo, será realizado o 6º Carnaval Andino, evento em apoio às vítimas das enchentes.

O “Carnaval” será no dia 23 de abril, a partir das 11h, em São Paulo, na avenida Santos Dumont, 843.

Contando com show musical e gastronomia peruana, os recursos serão destinados à população andina.

Divulgação

Divulgação