SEAWORLD

SeaWorld lança no Brasil programa dedicado à preservação de espécies

Curtir & Preservar arrecadará fundos para projetos brasileiros que visam à preservação da vida selvagem.

Projeto Tamar. Divulgação.

A companhia responsável pelos parques do SeaWorld, em uma iniciativa inédita no país, lançou o programa “Curtir & Preservar”, com o qual promete dar suporte diretamente aos projetos de preservação da vida selvagem do país, em um esforço da companhia para preservação e apoio a diferentes projetos em prol da preservação do mundo animal. 

O programa funciona a partir da arrecadação de fundos diretamente relacionado à venda de produtos extras dos parques temáticos dos SeaWorld Parks & Entertainment no mercado brasileiro. Para cada compra de produtos opcionais ao ingresso, como planos de refeição, corta filas e tours, serão doados U$2 para ajudar projetos brasileiros que apoiam a preservação de espécies na vida selvagem.

“O compromisso do SeaWorld Parks & Entertainment na preservação da vida selvagem faz parte do DNA da companhia”, informou em nota. “A empresa é líder em projetos de resgates e reabilitação de animais selvagens, preservação de espécies, pesquisas e educação ambiental”.

Recursos serão captados por meio da venda de produtos extras no Brasil

Além das vendas feitas por operadoras e agências de viagens aos seus clientes serem computadas para a arrecadação do projeto, os idealizadores acreditam que estes produtos extras formarão para os canais de vendas uma oportunidade de agregar valor à viagem do passageiro e oferecer experiências e benefícios importantes para os clientes.

Projeto Tamar. Divulgação.

Projeto Tamar. Divulgação.

Uma diferença deste para outros programas vigentes do SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund, é exatamente o critério de beneficiar exclusivamente projetos do Brasil em um modelo que já tem forte atuação no Reino Unido e nasceu com o intuito de valorizar outras instituições que atuam na preservação das espécies e no comprometimento com a educação.

No Brasil, o primeiro parceiro da companhia norte americana é o Projeto Tamar

Após o convite, as organizações recebem um endereço para sua aplicação e após a aprovação final passam a receber as doações de acordo com o fluxo da venda dos produtos. Para selar a primeira parte da parceria, foi realizada uma viagem de intercâmbio com a presença dos embaixadores do SeaWorld Parks & Entertainment no Projeto Tamar, na Praia do Forte (BA).

Conservação animal

O Fundo de Conservação do SeaWorld e Busch Gardens apoia diversas instituições ao redor do mundo, e já atuou no Brasil com o programa de pesquisa dos golfinhos do Baixo Rio Negro, implantação de corredores ecológicos no Pontal do Paranapanema, implantação de local para reabilitação de peixe-boi, preservação dos tatus gigantes da região central e projeto com os pinguins de Magalhães perdidos na costa norte do Brasil.

“Receber as doações deste fundo é muito empolgante para nó” declarou Suzanne Smith, diretora do projeto dos golfinhos do Baixo Rio Negro. “Com esses recursos, nós podemos continuar nossos esforços na preservação dos golfinhos de rio da Amazônia, espécies que estão precisando muito de nossa ajuda”.

Arnaud Desbiez, coordenador do Programa de Preservação dos Tatus Gigantes do Pantanal afirmou que este fundo tem sido peça chave para o crescimento do programa: “Nós trabalhamos junto com a equipe de educação do Busch Gardens Tampa durante os programas de acampamentos, fazendo apresentações via Skype e respondendo perguntas dos jovens, incentivando que eles disseminem essas informações sobre preservação da biodiversidade”.

Facebook Projeto Tatu-Canastra

Com informações da Assessoria do SeaWorld

Turismo TV <p>Bolso con estampados típicos españoles. Foto: Grupo LK</p>
Ver vídeo

Quais lembrancinhas os turistas levam da Espanha? (em espanhol) duração: 2.05

Ver mais vídeos

As mais no Efetur

Tags