PARQUES

SeaWorld oferecerá a visitante encontro mais “natural” com as orcas

Essa nova atração é anunciada em um momento no qual a empresa registrou uma queda de US$ 220,2 milhões para US$ 186,4 milhões nas receitas entre o primeiro trimestre do ano passado e o deste ano.

  • Imagem: Divulgação SeaWorld

A SeaWorld anunciou esta semana a criação de uma nova experiência para os visitantes, um encontro mais próximo com as orcas que ainda vivem em seu parque de Orlando, nos Estados Unidos.

A empresa de parques temáticos tinha anunciado que não libertaria as baleias porque acredita que eles já não podem mais se adaptar à vida selvagem. Por isso, tentará criar experiências mais “naturais” com esses animais.

O “Killer Whale Upclose Tour” será um percurso de 45 minutos de duração, descrito como mais natural e “nunca antes oferecido”, incluindo lições sobre o cuidado, a vida e a personalidade das orcas, assim como da aproximação delas com os treinadores.

Essa nova atração é anunciada em um momento no qual a empresa registrou uma queda de US$ 220,2 milhões para US$ 186,4 milhões nas receitas entre o primeiro trimestre do ano passado e o deste ano.

Em 2016, o SeaWorld anunciou que encerraria a criação das orcas no seu parque de San Diego, na Califórnia, e também em Orlando, após a estreia do documentário “Blackfish” sobre a orca Tilikum, relacionada com a morte de três pessoas.

Tilikum matou em 2010 uma de suas treinadoras, morte que se soma a duas novas com as quais o animal esteve relacionado antes de chegar ao parque da SeaWorld em Orlando há 23 anos.

Em março do mesmo ano, a empresa de parques temáticos anunciou o cancelamento de seu programa de espetáculos com orcas para focar em um compromisso de “educação, pesquisa científica marinha e resgate desses animais”.

No entanto, a empresa indicou que as orcas permanecerão nas instalações dos EUA onde protagonizarão “novos e inspiradores encontros com os visitantes”.

Marcados com: , ,
Publicado em Dicas