RIO 2016

Rio recebe novo trecho de orla na Região Portuária

Em sua totalidade, a orla, que terá cerca de 3,5 quilômetros de extensão e 239 mil metros quadrados, ligará o Armazém 8 à Praça XV.

Rio de Janeiro é a 3ª cidade com maior potencial turístico do Brasil e encanta pelas belas praias. EFE/Pedro Barrio

O Rio de Janeiro receberá em maio um novo trecho da orla turística que está sendo construída na zona portuária e que faz parte do legado dos Jogos Olímpicos para a cidade, informaram nesta quarta-feira seus construtores.

Trata-se de um boulevard turístico de 40.000 metros quadrados, com amplos jardins e espaços exclusivos para pedestres e ciclistas, que está situado entre a revitalizada praça Mauá e os antigos armazéns do porto do Rio de Janeiro.

Com essa nova área, que possui cerca de um quilômetro de extensão, a orla, que teve seu primeiro trecho inaugurado em frente ao I Distrito Naval – área que antes era exclusiva da Marinha -, terá 80.000 metros quadrados abertos ao lazer, o que corresponde a cerca de um terço de todo o novo passeio.

Em sua totalidade, a orla, que terá cerca de 3,5 quilômetros de extensão e 239 mil metros quadrados, ligará o Armazém 8 à Praça XV, possibilitando um maior contato com a história do Centro e da Região Portuária do Rio de Janeiro.

Segundo a Concessionária Porto Novo, responsável pelo projeto, a revitalização de toda a Região Portuária foi inspirada na realizada pelo porto de Barcelona em 1992, quando a cidade espanhola sediou os Jogos Olímpicos.

Toda a revitalização, conhecida como Projeto Operação Urbana Porto Maravilha, beneficiará uma área de 5 milhões de metros quadrados totalmente degradada e que teve uma grande importância histórica nos primeiros anos da cidade.

O boulevard será inaugurado formalmente pela Prefeitura antes dos Jogos Olímpicos e, assim como todo o trecho, será monitorado 24 horas por dia com a ajuda de sete câmeras de segurança.

“O boulevard é resultado da transformação de uma área que era exclusiva ao tráfego de veículos em um espaço destinado ao lazer de cariocas e turistas. Revitalizar uma região é também garantir meios para que a comunidade ocupe as áreas públicas”, disse José Renato Ponte, presidente da Concessionária Porto Novo.

Ponte lembrou que a área do boulevard que será aberta para o público antes era ocupada pelo Elevado da Perimetral, que bloqueava parte da vista da Baía de Guanabara e deixava a região praticamente exclusiva para veículos.

O boulevard, que terá 120 bancos, contará com jardins que se estenderão por mais de 12.000 metros quadrados, nos quais foram plantadas 700 árvores, e contarão com um sistema automatizado de irrigação.

O acesso ao espaço poderá ser feito também através de três pontos de parada do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), um moderno sistema de bondes elétricos em fase final de construção e que cruzará o centro da cidade.