BIENAL

Mais de 200 artistas de 26 países convergirão na Bienal de Arte da Bolívia

Mas ela também volta o olhar em direção ao interior para refletir sobre aquilo que se abriga dentro de cada um.

Mais de 200 artistas dos cinco continentes apresentarão na Bolívia suas obras, na nona edição da Bienal Internacional de Arte Contemporânea Siart.

Arte contemporânea mundial

“Aqui vamos entender a arte contemporânea. Vamos ter um acompanhamento pedagógico de um grupo de artistas que estão trabalhando na pedagogia da arte não para formar públicos, mas para aproximar as pessoas destas exposições”, disse o artista Joaquín Sánchez.

A bienal começa dia 11 de outubro e contará com convidados de 26 países, incluído Brasil, Espanha, Camarões, Canadá Chile, Lituânia, México, Moçambique, Noruega, Nova Zelândia, Paraguai, Senegal e Turquia.

Durante um mês, espaços tradicionais e alternativos de La Paz serão a vitrine para mais de 20 exposições de arte contemporânea dentro da Bienal Siart, que também chegará às cidades de El Alto, Cochabamba e Santa Cruz.

O conceito da Bienal este ano é: “ver com os ouvidos: poéticas das temporalidades”. “Todo este processo que passamos, política e socialmente, desembocou neste repensar a arte e a arte contemporânea a nossos próprios termos. Ver quais são, de alguma maneira, esses tempos que habitam os tempos”, disse Sánchez em referência a um dos eixos conceituais do evento.

Mas ela também volta o olhar em direção ao interior para refletir sobre aquilo que se abriga dentro de cada um.

Reencontro com a própria identidade

O ministro boliviano de Culturas e Turismo, Marko Machicao destacou que a bienal “é uma retrospectiva de quem somos e projetá-la para o futuro mas, além disso, para nos encontrarmos com o exterior e conosco”.

“O fundamental é isto: nós, bolivianos e bolivianas, temos que nos reencontrar com nossas artes, com nossa cultura”, acrescentou Machicao.

A bienal terá uma mostra central que estará a cargo de artistas bolivianos, e outras exposições, um concurso de arte jovem, um congresso, oficinas, laboratórios e o Concurso Internacional de Arte Siart 2016.

Uma novidade será a integração do Festival de cinema “Alucine” à Bienal, que será coordenado pelo cineasta boliviano Juan Carlos Valdivia.

Turismo TV <p>Bolso con estampados típicos españoles. Foto: Grupo LK</p>
Ver vídeo

Quais lembrancinhas os turistas levam da Espanha? (em espanhol) duração: 2.05

Ver mais vídeos

As mais no Efetur

Tags