VISTO AMERICANO

Vai ficar mais fácil viajar para os EUA pelos aeroportos de Rio e São Paulo

O Brasil também procura cumprir os requisitos para participar do Programa de Isenção de Vistos

Foto: Divulgação

Toda viagem internacional é a mesma coisa: depois de horas de voo que parecem nunca acabar, ainda rola aquela demora na fila da imigração para conseguir aquele tão esperado carimbinho para sair curtindo as férias, mas para viajantes partindo do Rio e São Paulo, esse processo será menos traumático.

O governo dos EUA aprovou a instalação de controles migratórios próprios nos aeroportos internacionais de São Paulo e Rio de Janeiro para tramitar, ainda em território do Brasil, o ingresso de turistas brasileiros ao território americano, segundo informou fontes empresariais.

A autorização dos dois principais aeroportos do Brasil para fazer parte do chamado US Preclearance (autorização prévia), o sistema que permite fazer os trâmites migratórios para os EUA no exterior, foi comunicado pelo Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos aos administradores de ambos terminais.

O RIOGaleão, consórcio que tem a concessão para operar o aeroporto internacional do Rio de Janeiro, informou em comunicado que recebeu a autorização para iniciar o processo de implantação do processo.

Para isso o aeroporto terá que adaptar uma área especial no terminal aéreo, localizado depois do controle migratório brasileiro, no qual os agentes americanos poderão realizar os serviços de migração e alfândega dos viajantes que se dirigem aos Estados Unidos antes que embarquem.

“A formalização da iniciativa depende agora de um acordo entre os governos dos Estados Unidos e Brasil”, esclareceu RIOGaleão.

LEIA MAIS
Turismo defende isenção de vistos para americanos
Atenção, viajante! Dicas para conseguir o visto americano

De acordo com o consórcio, o programa é administrado pela direção de Alfândegas e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos e permite que agentes americanos baseados em aeroportos estrangeiros realizem os trâmites antes do ingresso em território americano.

“A medida proporcionará benefícios aos viajantes que se destinem aos Estados Unidos e que viajem desde o aeroporto do Rio já que, como serão considerados passageiros domésticos ao chegar ao destino, poderão desembarcar com mais agilidade e comodidade”, segundo o comunicado.

A medida, acrescenta a nota, permitirá otimizar o tempo e reduzir as filas na imigração americana.

O Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos já adotou o US Preclearance em quinze aeroportos de seis países e agora aprovou a inclusão de outros onze terminais de nove países no programa, iniciado no ano passado.

Os países que já contam com o benefício são Bahamas, Bermudas, Aruba, Canadá, Irlanda e Emirados Árabes.

Entre os novos aeroportos aprovados, além dos de Rio e São Paulo, figuram O Dorado de Bogotá (Colômbia), Ezeiza de Buenos Aires (Argentina) e Cidade do México.

Os governos dos Estados Unidos e Brasil também negociam a possível inclusão dos turistas brasileiros no “Global Entry”, o programa americano para acelerar a entrada a seu país, de visitantes procedentes de países que necessitam visto.

Este programa estabelece um sistema de aprovação prévia de certos viajantes considerados sob risco, que têm a opção de evitar os controles migratórios regulares e proceder por quiosques automatizados, o que pode reduzir os tempos de espera.

O Brasil também procura cumprir os requisitos para participar do Programa de Isenção de Vistos (Visa Waiver Program, em inglês), que permitiria aos brasileiros viajar aos Estados Unidos sem necessidade de visto para visitas centradas em negócios ou turismo por um período não superior a 90 dias.

Infográfico Efetur Viagens: Fabio Manzano

Infográfico Efetur Viagens: Fabio Manzano CLIQUE PARA AMPLIAR