GASTRONOMIA

Chefs brasileiros dizem onde comer em Nova York

Os dois comandam o clube parisiense Chez Nous Chez Vous, mas não perdem tempo quando viajam para a cidade que nunca dorme.

Os chefs brasileiros Celia Miranda e Gustavo Mattos, membros da Académie Culinaire de France, prepararam um roteiro especial para os viajantes que querem aproveitar o que há de melhor na cena gastronômica de Nova York. Os dois comandam o clube parisiense Chez Nous Chez Vous, mas não perdem tempo quando viajam para a cidade que nunca dorme.

Peter Luger Steak House

Peter Luger. Foto: Divulgação

Peter Luger. Foto: Gustavo Mattos

Aberta desde 1887 é uma das mais tradicionais steak houses de Nova York. Eleita a número um por 30 anos consecutivos, a casa serve carnes de alta qualidade. Os cortes são escolhidos e comprados pela família em mercados locais quase que diariamente. As carnes passam pelo processo de “dry-age”, para amaciar, que é feito nas câmaras do próprio estabelecimento.

As porções são muito bem servidas. Para quem está em NY, o melhor é ir ao endereço do Brooklyn, mas atenção: Cartões de crédito não são aceitos.

Wolfgang’s

Foto: Divulgação

Wolfgang’s. Foto: Divulgação

Aberta pelo ex-mestre da Peter Luger, Wolfgang Zwiener, esta Steak House conta com três endereços na cidade. O predileto dos chefes está na Park Avenue. Lindo ambiente, serviço muito simpático e excelente carta de vinhos. Aliás, para quem gosta de descobrir maravilhas da Califórnia, este é o local perfeito. “As carnes dry-aged são um espetáculo a parte”, destacam.

Suculentos cortes, muito bem assados e acompanhamentos para todos os gostos. Dica dos chefs: Como a carne é servida num recipiente muito quente, peça mal passada, pois ela vai cozinhando aos poucos na mesa onde estão. Fica no ponto perfeito para quem gosta de uma boa carne. As costelinhas de carneiro também podem ser um ótimo pedido.

Del Frisco’s

Del Friscos. Foto: Divulgação

Del Friscos. Foto: Divulgação

Esta é uma Steak House muito badalada em midtown, localizada próximo à Times Square, Radio City Music Hall e Rockefeller Center. Gente bonita, ótimos drinks e boa música. Mas, não se engane, a comida é ótima. O destaque vai para o Wagyu Longbone, ou seja, Kobe! “Por favor, não deixe de tomar o drink da casa, chamado de THE VIP. Este drink leva Vodka e abacaxi. Dos deuses!” dá para recusar, chef?

Daniel

Daniel. Foto: Divulgação

Daniel. Foto: Divulgação

Bem, todos já sabem que o chef Daniel Boulud conquistou a América e chegou ao tão desejado “American Dream”. Os seus empreendimentos são sucesso na cidade. Uma ida ao Daniel, o seu restaurante mais refinado, é uma experiência bem agradável. Os ingredientes são de qualidade impecável e a carta de vinhos franceses, uma das melhores da Big Apple.

A sua ida estará completa se pedir o White Cosmo, um drink lindo, que é uma releitura do famoso Cosmopolitan. A sala é muito elegante e o atendimento bastante cordial. O uso de terno e gravata é obrigatório para os homens. O Restaurante possui três estrelas no Guia Michelin.

Marea

Marea. Foto: Divulgação

Marea. Foto: Gustavo Mattos 

O restaurante do Chef Michael White é sempre surpreendente e cheio. O menu italiano com toques de produtos locais é sempre maravilhoso e as massas são preparadas no próprio restaurante. Boa carta de vinhos e espumantes. O atendimento é muito elegante e simpático. As reservas devem ser feitas com bastante antecedência. O Fusili com polvo é algo dos céus. O restaurante tem duas estrelas do Guia Michelin.

Per Se

Per se. Foto: Divulgação

Per se. Foto: Divulgação

O restaurante do chef Thomas Keller fica na Columbus Circle. Com uma vista espetacular sobre a cidade é possível degustar ótimos drinks. Caso seja noite de seu aniversário, prepare-se para levar para casa um belo mimo feito pelo chef e sua equipe. O restaurante tem três estrelas no Guia Michelin.

Armani Ristorante

Armani (2)

Foto: Gustavo Mattos

Localizado na Quinta Avenida, em cima da loja homônima, este restaurante conta com um menu enxuto e muito honesto. Ótimas massas cozidas “al dente” como deve ser num restaurante de cozinha italiana verdadeira. Atendimento jovial e muito simpático. Excelente para fazer encontros para almoços mais tardios, pois o local fica aberto para almoço até às 16 horas. Grandiosa carta de vinhos italianos.