antiguidades egípcias às mãos: um novo projeto para cegos no Cairo

Já há visitas guiadas do Museu Egípcio para cegos, assim como excursões aos principais sítios arqueológicos do Cairo, como as pirâmides de Giza.

Foto: EFE/Mike Nelson.

O Museu Egípcio do Cairo lançou um projeto para que cegos possam conhecer suas peças mais importante, com as mãos.

A exposição “para ver com as mãos” inclui cinco reproduções de importantes artefatos faraônicos, como o escreva, estará aberta até o próximo dia 15, pela celebração do Dia Mundial da Visão, 8 de outubro.

Mais que ver, sentir

A iniciativa quer mandar uma mensagem: “Eu posso ver com meus olhos, mas você também pode ver com suas mãos”, se existe a possibilidade de tocar os objetos, explicou a diretora de pessoas com deficiência da Ministério de Antiguidades do Egito, Tahany Nouh.

Além disso, haverá oficinas para que haja uma troca de papeis entre quem pode ver e os cegos, para tentar derrubar os preconceitos sobre a capacidade de quem não pode enxergar, para mostrar que elas podem e merecem ter mais oportunidades na sociedade.

“Depois deste experimento, talvez as pessoas com visão se deem conta das muitas habilidades que os cegos têm, que há coisas que (quem enxerga) não pode fazer, mas os cegos podem”, afirmou Nouh.

Integração além da exposição

Um dos destaques do evento é um jogo em que todos usam o tato, sem ver, as reproduções de umas estatuetas, colocadas no interior de vitrines ocultas com cortinas negras para adivinhar quais peças arqueológicas são.

Também há uma oficina para escrever hieróglifos em braile. Ahmed Najib, da Escola de Conscientização Arqueológica para Cegos do Museu Egípcio, participou da experiência.

Najib explicou que o ideal seria ter todas as informações do Museu Egípcio em braile, embora este projeto ainda esteja longe de ser concretizado nesse enorme e caótico centro, que possui milhares de peças de todas as épocas faraônicas.

A Escola organiza atividades há mais de uma década, no interior e no exterior do Museu, para divulgar o patrimônio cultural e torna-lo mais acessível àqueles que têm problema de visão ou são cegos.

Já há visitas guiadas do Museu Egípcio para cegos, assim como excursões aos principais sítios arqueológicos do Cairo, como as pirâmides de Giza.

Turismo TV <p>Bolso con estampados típicos españoles. Foto: Grupo LK</p>
Ver vídeo

Quais lembrancinhas os turistas levam da Espanha? (em espanhol) duração: 2.05

Ver mais vídeos

Tags